Ei! Você não se enxerga, não?!?

espelho     Normal é se olhar no espelho e só enxergar problemas. Mais normal ainda é se olhar e não ver nada. Daí, talvez, o termo: “Ei! Você não se enxerga, não?” – Sério, gente. É fácil demais se esquecer.

     Por exemplo: Sou um cara cheio de planos. Quando não corro atrás da vida, corro atrás dos planos. E ontem percebi que corria era de mim mesmo.

Explico:

     Minha mulher pediu para que eu fosse à padaria comprar pão. Jogo rápido. Peguei a carteira, desci o elevador, dobrei a esquina, entrei e pedi quatro pãezinhos. Quando me posicionei na fila do caixa, ouvi uma senhora me chamar logo na entrada. Meu instinto foi de ignorar. Afinal, estava ocupado demais com meus pensamentos e enigmas, com meus planos e urgências. E se tem uma coisa que pessoas como eu odeiam, é serem interrompidas. Mas aquela senhora só queria um pão com mortadela.

     Sei lá. Tive um estalo. Um mal súbito de bom-senso, talvez. Olhei para o meu saquinho de pães quentes e crocantes e, não sei se isso faz sentido, vi a mim mesmo naquela mulher. Como se uma rede invisível me conectasse àquela figura pálida, fraca, de olhos fundos e alheios. Assim mesmo, de repente, sem nenhuma explicação. Como era possível, quais os mecanismos que foram acionados na minha mente, não sei. Mas a sensação era de (pode chamar de compaixão) estar saindo da Matrix.

     Meu instinto mudou rapidamente. Chamei a mulher para dentro, comprei mais sete pães, cem gramas de mortadela, leite e um Nescau. Perguntei se ela precisava de mais alguma coisa. Disse que não, me agradeceu e foi embora. Assim, rápido, sem delongas.

     Quando cheguei em casa, não senti orgulho, nem altruísmo, nada disso. Dentro da minha cabeça, entendi que, ao ajudar aquela senhora, eu estava, em algum grau, ajudando a mim mesmo. Louco, né?

     Ok. Não vou concluir este texto dizendo que essa experiência mudou radicalmente minha vida, nem sou louco de soltar lições de moral aqui. Mas hoje, quando acordei e me olhei no espelho, não vi planos, nem metas, urgências ou qualquer outra coisa. Vi a mim mesmo, como há muito não me via. E a sensação foi de reencontro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s