Deixa de ser otário!

tira000123

Deixa de ser otário. A vida é pra ser incentivada, celebrada. Elimine os pensamentos antigos e inflexíveis que te dão a segurança desesperada. Não fuja do medo, simplesmente não tema. Você vai morrer cedo ou tarde, vai sofrer cedo ou tarde, alguma coisa vai de afligir a qualquer momento. Lide com isso com alguma dignidade.

Esqueça por um segundo o dinheiro, o status. Sua opinião não é tão importante quanto pensa, nem sua causa, então pare de empurrar isso para todo mundo. Saia por aí e realize uma vontade. Duas, por que não? Mais, talvez. Quanto quiser.

Deixa de ser otário e pare de se sabotar. Ser você mesmo para os outros não é ser você mesmo. O mundo vai continuar no mesmo lugar, e dificilmente ele vai se parecer com o que você quer que ele pareça. Então dá um tempo aí na revolta. Vista uma roupa limpa e vai dar uma volta. Se sente sozinho? Saia. Se sente sufocado? Saia. Se sente triste? Saia. Pelamordedeus, saia daí!

Não se elimina a vida, ninguém tem esse direito. É fácil demais se revoltar com a sociedade e seus mecanismos estranhos, mas somos parte disso, alimentamos o sistema, quer queiramos ou não. Perfeição não existe porque temos sete bilhões de ideais perfeitos diferentes um do outro. Então, relaxa e vai tomar um sorvete, ter boas ideias. Tá faltando trabalho? Crie trabalho. Crie tudo para si, não fique esperando oportunidades.

Aliás, a gente acha que precisa de muita coisa. De casamento, de teto, de emprego, de eletrodomésticos, de sei lá mais o quê. Mas talvez tudo o que precise é de uma cabeça pra pensar, olhos pra ver, boca pra falar, cantar, beijar, mãos pra criar e pernas pra andar. Isso já é demais. Sinta-se privilegiado e saia daí.

Não é conformismo. Muita coisa precisa melhorar por aí, mas talvez, TALVEZ, seria bom começar por você. Se pensar em causa e efeito, o que sua revolta e dor tem trazido de bom? Esqueça o mundo por um instante. Pense no cara do espelho e deixe de ser otário.

Você não é uma vítima, não é tão vulnerável quanto pensa. Não precisa carregar nem distribuir culpa. Relaxe e saia daí.

Mas quem sou eu pra dizer o que você tem que fazer?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s