O Cidadão (In)Comum: Entre a Realidade e a Ficção

simboloSou desses que acredita que tudo é passível de existência. Há muita bobagem por aí, e essa até pode ser mais uma, mas a galera que leu o O Cidadão (In)Comum (OCI) vai delirar com essa impressionante coincidência. Veja o vídeo. 

“Não me considerava um rapaz esperto ou brilhante em qualquer coisa, mas tinha meus momentos. (…)
– Muito bem, Klaus…
– Muito bem.
– Eu… Eu…
– Sim?                                                                                                                                                   – Sobre os poderes. Nós dois temos poderes. Isso não é normal. Desde quando você tem os seus? Tem alguma lembrança de como surgiram? Existem mais pessoas como nós?”

 

Se você não sabe do que estamos falando, é o seguinte: No livro, Caliel, jovem aspirante a ator, narra suas experiências quando, em uma amanhã, acorda flutuando entre o teto. Outro estranho sintoma são suas mãos que passam a brilhar nas horas mais incômodas possíveis. 

O Cidadão (In)Comum está à venda, por enquanto, pelo Mercado Livre. Só clicar no baner a sua direita.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s